quem
somos
Conheça mais sobre a Childhood Brasil
A Childhood Brasil tem como objetivo a proteção à infância e à adolescência. O nosso foco de atuação é no enfrentamento do abuso e da exploração sexual contra crianças e adolescentes.

Trabalhamos por meio de programas e projetos para que a proteção da infância e da adolescência seja pauta de políticas públicas e privadas. Para fazer isso, formamos parcerias com empresas, sociedade civil e governos, e oferecemos informação, soluções e estratégias para a questão da violência sexual contra crianças e adolescentes. Não realizamos atendimento direto às vítimas e aos seus familiares. Saiba onde ter esse tipo de assistência aqui.

Lutamos para implementar integralmente o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Defendemos que proteger meninos e meninas não é papel apenas dos pais ou responsáveis, mas de toda a sociedade.

Criada em 1999 pela Rainha Silvia da Suécia, a Childhood Brasil faz parte da World Childhood Foundation (Childhood), instituição que conta ainda com escritórios na Suécia, na Alemanha e nos Estados Unidos. A organização é certificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP).

Missão
Promover e defender os direitos das crianças e dos adolescentes, com foco na questão da violência sexual, desenvolvendo e apoiando programas que visem preservar sua integridade física, psicológica e moral.
Visão
Ser reconhecida pela relevância, mérito e impacto das suas ações, bem como pela luta em favor da população infantojuvenil violada e ameaçada em sua dignidade e integridade.
Valores
Ética, transparência e integridade
Cidadania
Responsabilidade social
Qualidade e compromisso com resultados
Multiplicação de conhecimento e experiência
Compromisso com a comunidade

carta da rainha

Em 1999, ainda sob o impacto do Congresso Mundial contra a Exploração Sexual Comercial de Crianças, realizado três anos antes em Estocolmo, S. M. Rainha Silvia da Suécia se uniu a empresários e fundações familiares para criar a World Childhood Foundation. No depoimento, ela avalia o trabalho da organização e fala sobre sua satisfação e expectativa para o futuro.

“O que começou em 1999 como uma articulação entre amigos e empresários hoje é uma das mais sólidas organizações no enfrentamento à violência e exploração sexual de crianças nos 16 países em que atuamos. Mais do que isso, nosso objetivo tem sido permitir que as crianças sejam crianças. Tem sido uma longa, mas ainda curta jornada. Temos trabalhado arduamente e estou orgulhosa de que a Childhood já tenha conseguido ajudar muitas crianças em situação de vulnerabilidade em todo o mundo para que tenham um futuro melhor, em especial as meninas, já que a situação delas é sempre mais delicada. Particularmente no Brasil, já desenvolvemos mais de 140 projetos e programas estratégicos, impactando e transformando a vida de mais de 3 milhões de pessoas. Além de mudar vidas, podemos enumerar outras conquistas, como a mudança de atitude. Em muitos lugares, onde antes se considerava impossível lidar com as questões da infância, já se vê uma mudança positiva, tanto de atitude quanto de comportamento. Muitos começaram a ver as crianças como indivíduos com direitos, como seres humanos que precisam de apoio e ajuda para que encontrem seu lugar na sociedade. Quando começamos, sonhava que a Childhood ou outras organizações que trabalham em benefício das crianças não seriam necessárias por muito tempo e que as crianças que vivem em situações inaceitáveis e circunstâncias abusivas logo tivessem uma vida melhor. Mas ainda somos necessários e eu continuarei trabalhando com a Childhood com a mesma intensidade, diligência e engajamento que antes.”
Mais de 3 milhões de pessoas beneficiadas, entre crianças e adolescentes, seus familiares e profissionais de diferentes setores

quem faz a childhood brasil

Conselho Deliberativo

Rosana Camargo de Arruda Botelho
Presidente

Arthur José de Abreu Pereira
Carlos Alberto Mansur
Carlos Pires Oliveira Dias
Christer Manhusen
Eduardo Alfredo Levy Junior
Erling Sven Lorentzen
José Ermírio de Moraes Neto
Kelly Gage
Klaus Werner Drewes
Luis Norberto Paschoal
Luiz de Alencar Lara
Nils Erik Gunnarsson Grafström
Paula Guillet de Monthoux
Paulo Agnelo Malzoni
Paulo Setúbal Neto
Rolf Gustavo Roberto Baumgart
Conselho Fiscal

Ana Maria Drummond
Olga Stankevicius Colpo
Equipe
Heloisa Ribeiro
Diretora-Executiva
Alessandra Castro de Assis
Analista de Comunicação
Ricardo de Macedo Gaia
Vice-Diretor Executivo
Cintia Santos
Analista Financeiro
Eva Cristina Dengler
Gerente de Programas e Relações Empresariais
Alessandra Alves da Silva
Analista de Programas
Itamar Batista Gonçalves
Gerente de Advocacy
Mônica Santos
Analista de Programas
Andrea Ciapina
Coordenadora Administrativo-Financeiro
Patrícia de Souza Costa
Assistente de Programas
Vanessa Teramoto Higa
Coordenadora de Mobilização de Recursos

childhood

no mundo

Com atuação global, a World Childhood Foundation hoje possui escritórios na Alemanha, no Brasil, nos Estados Unidos e na Suécia, a partir dos quais já foram apoiados mais de 500 projetos em 16 países.

Todos os projetos apoiados pela Childhood no mundo todo são destinados às crianças em situação de risco, com um enfoque no abuso e na exploração sexual.

O site oficial da organização é: https://childhood.org
Ao lado, você pode acessar os sites de todos os escritórios da World Childhood Foundation.