21
dez
2015

Saiba como identificar os sinais de abuso sexual em crianças e adolescentes – Parte 3

300x300

Quando existe um laço familiar ou responsabilidade, qualquer relação de caráter sexual entre um adulto e uma criança ou adolescente pode ser classificada como abuso intrafamiliar. Nesse caso, o abusador pode possuir relação de parentesco com a vítima e ter certo poder sobre ela, tanto do ponto de vista hierárquico e econômico, quanto do afetivo.

O abuso sexual afeta o desenvolvimento de crianças e adolescente de diferentes formas. Assim, além de saber identificar os sinais de abuso sexual destacados em textos anteriores, é importante estar atento aos indicadores na conduta de pais e responsáveis. Reunimos aqui alguns destes indicadores:

  • Famílias onde ocorre abuso sexual tendem a ser quietas, relacionam-se pouco. De modo geral, pais são autoritários e as mães, submissas.
  • O autor do abuso tende a ser extremamente protetor, zeloso da criança ou do adolescente, ou possessivo, negando-lhe contatos sociais normais.
  • O abusador pode ser sedutor, insinuante, especialmente com crianças e/ou adolescentes.
  • O autor do abuso crê que o contato sexual é uma forma de amor familiar.
  • O autor do abuso pode acusar a criança de promiscuidade ou sedução sexual ou ainda acreditar que ela tem atividade sexual fora de casa.
  • O abusador pode contar histórias, referindo-se a outro autor da agressão a fim de proteger um membro da família.
  • É frequente o autor da agressão ter sofrido esse tipo de abuso na infância (físico, sexual, emocional).
  • Membros da família podem fazer uso de substâncias como álcool e outras drogas lícitas ou ilícitas.

É importante lembrar que nem todas as famílias com esse perfil cometem abuso. Portanto, é preciso tomar cuidado para não tirar conclusões precipitadas, que possam estigmatizar ainda mais famílias com essas características. Quem pratica algum ato de abuso sexual, contra crianças ou adolescentes, deve ser responsabilizado, mas também precisa de ajuda a fim de que não o repita e aprenda a respeitar meninos e meninas de todas as idades.

Saiba mais! Confira a parte 1 e parte 2 da série e saiba como identificar indícios de abuso sexual por sinais corporais ou provas materiais ou por mudança de comportamento.

Esta entrada foi publicada em destaque e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.

As ideias e opiniões expressas neste blog não refletem necessariamente a opinião da Childhood Brasil. Nos reservamos o direito de aprovar os comentários submetidos pelos visitantes do sitepara publicação. Não serão publicados comentários de conteúdo discriminatório, que incitem qualquer tipo de violência, que não estejam relacionados ao tema foco do blog - proteção da infância contra o abuso e a exploração sexual, ou de caráter duvidoso, não comprovado.