7
dez
2015

PwC Brasil & Childhood Brasil: juntos pela proteção da infância

LO_CH_HoraDeDarUmBastaA Childhood Brasil, em parceria com a PwC Brasil, está com uma campanha de doação ativa no portal Kickante, um dos maiores sites de crowfunding do mundo. A meta é arrecadar R$ 12 mil para ajudar a Childhood Brasil a dar continuidade ao projeto Depoimento Especial, que visa garantir uma escuta protegida para crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência sexual. Veja como você pode colaborar. 

Em dezesseis anos de trajetória, a Childhood Brasil desenvolveu programas e projetos em âmbitos municipal, regional e nacional, oferecendo apoio técnico a projetos locais, capacitando profissionais e influenciando políticas públicas. A organização já transformou a vida de muitas crianças e adolescentes.

O Depoimento Especial visa auxiliar a crianças e adolescentes durante o processo jurídico de depoimentos contra agressores. O projeto propõe metodologias não revimitizantes na escuta de vítimas ou testemunhas de violência sexual nos sistemas de segurança e de justiça e nos órgãos encarregados da proteção da infância no Brasil.

A metodologia propõe a redução do número de vezes que a criança deve testemunhar e recomenda um espaço acolhedor e amigável; a existência de uma equipe multidisciplinar formada em entrevista forense com crianças e a gravação da entrevista com o objetivo de anexá-la ao processo. Hoje, a estimativa é que existam pouco mais de 100 salas para o Depoimento Especial no país.

Apoiar o projeto e garantir a proteção de crianças e adolescentes é muito simples. É só escolher um valor para sua contribuição, preencher os dados, selecionar o valor e escolher a forma de pagamento.

Saiba mais sobre como contribuir com o Projeto Depoimento Especial acessando a página da campanha: http://goo.gl/gfU7EQ

Esta entrada foi publicada em crianças e adolescentes, destaque, exploração sexual e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.

As ideias e opiniões expressas neste blog não refletem necessariamente a opinião da Childhood Brasil. Nos reservamos o direito de aprovar os comentários submetidos pelos visitantes do sitepara publicação. Não serão publicados comentários de conteúdo discriminatório, que incitem qualquer tipo de violência, que não estejam relacionados ao tema foco do blog - proteção da infância contra o abuso e a exploração sexual, ou de caráter duvidoso, não comprovado.