2
mar
2012

Projeto de lei prevê maior prazo para propor ação contra agressores sexuais

Ela tem um projeto de lei com o seu nome, aprovado no Senado Federal e aguardando análise na Câmara dos Deputados, que prevê maior prazo para propor ação contra o perpetrador do abuso sexual. O projeto Joanna Maranhão, no momento na Comissão de Constituição e Justiça aguardando para ser pautado, foi criado a partir do depoimento da nadadora pernambucana para a imprensa de que tinha sido abusada sexualmente pelo ex-treinador, aos nove anos. Ela conta que, na época, havia aqueles que acreditam que ela só tinha denunciado um ex-treinador para se promover e até hoje recebe ameaças. Mas, a maioria das pessoas admira o seu exemplo de superação e a incentiva com cartas de apoio e carinho, principalmente mulheres que passaram pelo mesmo trauma.

Continue lendo

Tags:
1.667 leitura(s) - [ leia mais ]
29
fev
2012

“Até hoje fico paralisada se vejo um homem parecido com o meu agressor”

Campeã brasileira e sulamericana, medalha de bronze no Pan-americano e finalista olímpica. Não é apenas nas piscinas que nadadora Joanna Maranhão, de 25 anos tem vencido desafios.  Em entrevista para a Childhood Brasil, ela revela que depois de ter denunciado que foi abusada sexualmente na infância por seu ex-treinador, tornou-se uma mulher mais forte, mas desenvolveu uma gagueira e até hoje luta para superar os medos provocados pelo trauma:

Continue lendo

Tags: , , , , , , ,
3.346 leitura(s) - [ leia mais ]
27
fev
2012

Nadadora incentiva que pais ensinem diferença entre carinho e abuso

Há cinco anos, a nadadora pernambucana Joanna Maranhão, campeã brasileira (2002) tomou coragem e resolveu contar para a imprensa que tinha sido abusada sexualmente aos nove anos por seu ex-treinador. A repercussão do assunto trouxe uma reviravolta em sua vida. Até hoje, ela sofre ameaças, mas também recebe diariamente muitos e-mails e cartas de apoio de pessoas que passaram ou têm familiares enfrentando o mesmo problema. Hoje, aos 25 anos, ela incentiva campanhas de enfrentamento à violência contra crianças e adolescentes e acredita que este é o melhor meio de prevenção:

Continue lendo

Tags: , , , , , ,
2.037 leitura(s) - [ leia mais ]
24
fev
2012

Doações: como contribuir para disseminar a causa

A arquiteta Márcia Julião, sócia-diretora do escritório de arquitetura Ricardo Julião, já era uma mulher realizada pessoal e profissionalmente, mas, como cidadã consciente de seu papel na sociedade, sentia que precisava fazer algo além. “Não podemos fechar os olhos para os problemas sociais, ainda mais para crimes como a violência sexual, que comprometem o desenvolvimento das nossas crianças e adolescentes.”

Há quatro anos, Márcia apoia os projetos da Childhood Brasil, tanto na pessoa física, como por meio da empresa. “O que mais me motiva é conhecer os resultados da instituição, mesmo que não esteja trabalhando diretamente na causa”, diz ela.

Certificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) pelo Ministério da Justiça, e Entidade Promotora dos Direitos Humanos, a Childhood Brasil é uma organização sem fins lucrativos que se mantém por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas. São pessoas como Márcia que fazem diferença ao contribuir com a Childhood, que, desde a sua fundação em 1999, investiu R$ 21 milhões em projetos e programas voltados para a proteção da infância contra o abuso e a exploração sexual, transformando milhares de vidas.

Continue lendo

Tags: , , ,
1.756 leitura(s) - [ leia mais ]
22
fev
2012

Fundo Brasil de Direitos Humanos recebe inscrições para editais até dia 27/02

Em 2012, o Fundo Brasil de Direitos Humanos irá doar até R$ 800.000,00 (oitocentos mil reais) para apoio a projetos. O Fundo Brasil prioriza o apoio a projetos institucionais, mas poderá oferecer bolsas individuais, desde que as propostas apresentadas por indivíduos atendam aos mesmos requisitos deste edital.
Continue lendo

Tags: , , , , ,
1.865 leitura(s) - [ leia mais ]
20
fev
2012

Panorama da violência sexual é tema de fórum em São Paulo

O Centro de Referência às Vítimas de Violência (CNRVV) do Instituto Sedes Sapientiae promove o fórum “O panorama atual do enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes em São Paulo, no dia 23 de fevereiro. O evento faz parte das atividades do projeto “Rede de Pólos de Prevenção à Violência Doméstica, Abuso e Exploração Sexual”. O Fórum tem a coordenação de Dalka Chaves de Almeida Ferrari, da diretoria do Instituto Sedes Sapientiae, e a entrada é gratuita.

Continue lendo

Tags: , , , , ,
9.317 leitura(s) - [ leia mais ]
As ideias e opiniões expressas neste blog não refletem necessariamente a opinião da Childhood Brasil. Reservamos o direito de não publicar comentários de conteúdo discriminatório, que incitem qualquer tipo de violência, que não estejam relacionados ao tema foco do blog - proteção da infância contra o abuso e a exploração sexual, ou de caráter duvidoso.