5
abr
2013

Enfrentamento da exploração sexual pode trazer resultados de mercado

Nove das 21 empresas selecionadas pelo Guia de Sustentabilidade da Exame 2012 são signatárias do Pacto Empresarial do Programa Na Mão Certa, coordenado pela Childhood Brasil. São elas: Braskem, CPFL, Dow Brasil, Ecovia, Fibria, Grupo O Boticário, Kimberley-Klark Brasil, Unilever Brasil, Whirlpool Latin America. Continue lendo

1.994 leitura(s) - [ leia mais ]
4
abr
2013

CNJ e Childhood Brasil lançarão curso para depoimento especial de crianças e adolescentes

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Childhood Brasil pretendem oferecer um curso destinado à coleta especial dos depoimentos de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual – o chamado Depoimento sem Dano. A organização dessa capacitação foi discutida durante reunião, em Brasília/DF, entre Marina Gurgel, juíza auxiliar da Presidência do CNJ; Daniela Sousa, do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Servidores do Poder Judiciário (CEAJud) do CNJ; e o gerente e a coordenadora de programas da Childhood Brasil, respectivamente, Itamar Gonçalves e Gorete Vasconcelos.

Continue lendo

2.122 leitura(s) - [ leia mais ]
3
abr
2013

Site mostra situação dos direitos da infância nos municípios

A MapaDCA é uma plataforma gratuita e de livre acesso que ajuda os Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) no levantamento de informações sobre a realidade de meninas e meninos nos municípios. Organizada em dez áreas temáticas (Convivência Familiar e Comunitária; Assistência Social; CMDCA; Conselho Tutelar; Cultura, Esporte e Lazer; Trabalho Infantil; Violência Sexual; Medidas Socioeducativas; Vida, Saúde e Alimentação; e Educação e Profissionalização), a plataforma pode ser um importante aliado à atuação de todos os atores do Sistema de Garantia dos Direitos (SGD). Continue lendo

2.538 leitura(s) - [ leia mais ]
2
abr
2013

Sakamoto considera educação em direitos humanos como educação para a liberdade

Leonardo Sakamoto é jornalista, doutor em Ciência Política e atuante na luta contra o trabalho escravo. Ele coordena a ONG Repórter Brasil e a representa na Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo. Como jornalista, cobriu conflitos armados no Timor Leste, Angola e Paquistão.

Aguerrido defensor dos direitos humanos, o jornalista falou à Childhood Brasil sobre sua história, crianças e adolescentes e a importância da não-violação dos direitos humanos. Continue lendo

2.084 leitura(s) - [ leia mais ]
27
mar
2013

Contra a violência sexual no extremo sul da Bahia

O seminário “Projeto Proteção em Rede no extremo sul da Bahia: avanços e desafios no enfrentamento da violência sexual de crianças e adolescentes” reuniu em Porto Seguro (BA), nesta segunda-feira, 25/3, especialistas no assunto, representantes de empresas que operam na região, profissionais da rede de proteção de crianças e adolescentes e representantes do governo. Continue lendo

2.421 leitura(s) - [ leia mais ]
22
mar
2013

Projeto vai fortalecer rede de proteção da região do Pecém, no Ceará

O projeto Proteção à Infância no contexto do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CE) foi lançado nesta semana na Assembleia Legislativa do Ceará, em Fortaleza. Foi realizada também a conferência “Avanços e desafios da intersetorialidade na prevenção à exploração sexual de crianças e adolescentes no contexto das grandes obras”.

O projeto é fruto de uma parceria entre a Childhood Brasil e a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), com o objetivo de desenvolver e implementar ações de prevenção da exploração sexual de crianças e adolescentes em  São Gonçalo do Amarante e Caucaia (CE), bem como nas áreas de influência direta das obras realizadas pela Companhia. A ideia é minimizar os possíveis impactos nas comunidades do entorno, principalmente após a chegada de cerca de 30 mil trabalhadores nesses municípios. Continue lendo

Tags: , ,
2.518 leitura(s) - [ leia mais ]
As ideias e opiniões expressas neste blog não refletem necessariamente a opinião da Childhood Brasil. Reservamos o direito de não publicar comentários de conteúdo discriminatório, que incitem qualquer tipo de violência, que não estejam relacionados ao tema foco do blog - proteção da infância contra o abuso e a exploração sexual, ou de caráter duvidoso.