16
mar
2011

Childhood Brasil dá dicas de comunicação para abordar a violência sexual infantojuvenil

Em 1994, surgiu a suspeita de que crianças teriam sido vítimas de abuso em uma instituição de ensino em São Paulo. O inquérito foi arquivado por falta de provas, mas na grande imprensa os donos da Escola Base já haviam sido condenados, sem apuração mais detalhada. Mais tarde, foram indenizados, mas suas vidas já haviam sido devastadas.

Tanto a falta de investigação, como no caso Escola Base, quanto o uso equivocado de termos para abordar o tema da violência sexual de crianças e adolescentes, podem comprometer o trabalho do comunicador e ter conseqüências desastrosas. Para ajudar os profissionais da área na divulgação do assunto em reportagens, releases, cartas e outros informativos, a Childhood Brasil preparou algumas Orientações de Comunicação. Continue lendo

Tags: , , , , ,
4.059 leitura(s) - [ leia mais ]
14
mar
2011

Atlantica Hotels ultrapassa meta anual e arrecada R$635 mil para projetos contra a violência sexual infantojuvenil

Paul Sistare, CEO da Atlantica Hotels, com representantes da Childhood Brasil

Desde o início da parceria com a Childhood Brasil, em 2005, a Atlantica Hotels International (AHI), maior administradora multimarcas da América do Sul, bate recorde a cada ano nas arrecadações de recursos para projetos contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Em 2005, foram R$64 mil. Cinco anos depois, o valor anual foi dez vezes maior – R$635 mil. “O balanço do último ano foi ótimo, porque superamos em R$35 mil a meta com a Atlantica e conseguimos R$ 117mil a mais em relação a 2009.”, afirma Ana Flávia Gomes de Sá, assessora de Mobilização de Recursos da Childhood. Continue lendo

Tags: , , , ,
2.210 leitura(s) - [ leia mais ]
11
mar
2011

ONG forma educadoras sociais e ajuda no desenvolvimento de jovens mulheres da zona canavieira de Pernambuco

Estúdio da Rádio Alternativa FM de Pernambuco

Quando entrou para a Associação das Mulheres de Nazaré da Mata (Amunam), aos 14 anos, Lucicleide Maria da Silva era uma menina tímida, com muito medo de falar com as pessoas. Na época, ela estudava no período da manhã e depois da aula frequentava as oficinas de áudio da Associação das Mulheres de Nazaré da Mata (Amunam), a 65 km da capital de Pernambuco.

Hoje, dez anos depois, ela conta com orgulho que é locutora da Rádio Alternativa FM, no programa da manhã. Neste espaço ela gosta de tocar as músicas preferidas pedidas pelos cerca de 12 mil ouvintes e ler mensagens de otimismo e motivação. O objetivo deste projeto da Amunam é discutir e priorizar os problemas locais da população, estimulando a reivindicação de direitos. Continue lendo

Tags: , , , , , , ,
4.510 leitura(s) - [ leia mais ]
10
mar
2011

Ao querido mestre e amigo Antonio Carlos

Na última 6ª feira, 04 de março de 2001, faleceu o educador Antonio Carlos Gomes da Costa, um dos principais autores e grande propagador do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O querido Professor Antonio Carlos, contribuiu com um sem número de organizações sociais (inclusive com a Childhood Brasil) e partiu deixando um inestimável legado pelos direitos humanos e pelo desenvolvimento do terceiro setor no Brasil, legado este que permanecerá reverberando, assim como sua lembrança em nossos corações. Continue lendo

Tags: , , ,
2.214 leitura(s) - [ leia mais ]
4
mar
2011

Coração Nazareno de Pernambuco é o único grupo feminino de maracatu no carnaval

Maracatu Coração Nazareno de Pernambuco

Na terra dos maracatus, mulher não tinha vez. Em Nazaré da Mata, a 65 km de Recife (capital de Pernambuco), no carnaval, elas só podiam observar a típica dança masculina. Tudo mudou a partir de 2004, quando a Associação das Mulheres de Nazaré da Mata, a Amunam quebrou um tabu e criou o grupo Maracatu Coração Nazareno – o primeiro feminino do gênero no mundo. A estréia oficial foi realizada no ano seguinte no Encontro de Maracatus na Cidade Tabajara em Olinda.

De meninas de sete anos a senhoras de setenta anos, mulheres de todas as faixas etárias apresentam a mesma alegria nos encontros para se preparar para as apresentações e garantir a continuidade desse folguedo popular para as novas gerações. Nas oficinas de arte, elas confeccionam toda a fantasia e adornos para o desfile de maracatu, com predominância da cor rosa nas roupas, no estandarte e até nas perucas. Um dos desafios das mulheres foi confeccionar roupas um pouco mais leves, porque alguns acessórios, como os dos guerreiros dos maracatus costumam pesar até 30 quilos. Elas conseguiram diminuir para 16 kg, sem descaracterizar a vestimenta. Continue lendo

Tags: , , , , , , ,
3.294 leitura(s) - [ leia mais ]
2
mar
2011

Associação das Mulheres de Nazaré da Mata ensina jovens a participarem de políticas públicas em Pernambuco

Desde menina, a cientista social Eliane Rodrigues percebeu que alguns espaços ainda eram restritos para as mulheres e que era preciso vencer muitos desafios. Desde os 14 anos, quando começou a trabalhar no Sindicato dos Trabalhadores Rurais da cidade de Nazaré da Mata, em Pernambuco, e viu que os homens não discutiam os direitos trabalhistas femininos, nem as questões sociais relacionadas com a família, começou a reunir-se com outras mulheres para mudar essa situação.

Algum tempo depois, ela foi demitida, mas não desistiu de seu projeto. Com o dinheiro do seguro desemprego, alugou uma sala em frente ao sindicato para reivindicar os direitos femininos e começou a oferecer alguns cursos sobre o tema. Com determinação, conseguiu, três anos depois, comprar o imóvel, onde funciona até hoje a Associação das Mulheres de Nazaré da Mata – Amunam. “Na época, uma jovem não podia almoçar sozinha ou sentar-se a uma mesa de bar que já era rotulada de prostituta”, conta a fundadora e coordenadora Eliane Rodrigues. “Mostramos que queríamos transformar esta história e estamos mudando”, diz. Continue lendo

Tags: , , , , , , ,
3.556 leitura(s) - [ leia mais ]
As ideias e opiniões expressas neste blog não refletem necessariamente a opinião da Childhood Brasil. Reservamos o direito de não publicar comentários de conteúdo discriminatório, que incitem qualquer tipo de violência, que não estejam relacionados ao tema foco do blog - proteção da infância contra o abuso e a exploração sexual, ou de caráter duvidoso.