9
fev
2015

Fundo Brasil vai doar R$ 360 mil para combate ao tráfico de pessoas

EditalSerão apoiados grupos de todo o país que atuam nessa temática, para a defesa e promoção dos direitos humanos. 

Em sintonia com a necessidade de combater o tráfico humano, o Fundo Brasil de Direitos Humanos vai doar R$ 360 mil, sendo até R$ 40 mil para cada projeto selecionado, na chamada Enfrentamento ao tráfico de pessoas. As inscrições devem ser feitas até o dia 27/02 e o edital está disponível para consulta no site www.fundodireitoshumanos.org.br e nas páginas da fundação no Facebook e no Twitter.

O tráfico de pessoas é uma das grandes preocupações atuais e merece a atenção dos defensores de direitos humanos. A nova linha de apoio será destinada a grupos que combatem o tráfico para o trabalho escravo ou exploração sexual de mulheres, crianças e adolescentes. Ou, ainda que em menor escala, para o tráfico de órgãos ou adoções ilegais.

Para a fundação, é um desafio fazer com que a informação sobre a possibilidade de apoio ao trabalho de combate ao tráfico chegue a todo o Brasil e encontre grupos dispostos a enfrentar o problema.

Mais uma ação

Nesse mesmo período, o Fundo Brasil ainda recebe inscrições para o Edital Anual 2015 – Combate à violência institucional e à discriminação, por meio do qual serão doados até R$ 800 mil, também até R$ 40 mil por iniciativa. As propostas devem ser apresentadas por organizações ou indivíduos que atuam na defesa de direitos humanos em todo país.  Serão priorizadas organizações da sociedade civil e defensores e defensoras de direitos humanos que tenham poucos recursos e dificuldade de acesso a outras fontes.

Nesse caso, o foco das propostas pode ser baseado em uma ou mais das seguintes questões: superexploração do trabalho; trabalho escravo e trabalho infantil; violência policial, de milícias ou esquadrões da morte; tortura e execuções; não acesso à terra e ao território; democratização do acesso à justiça; violação de direitos socioambientais; criminalização de organizações e movimentos sociais; violência contra defensores de direitos humanos; discriminação no acesso ao serviço público; discriminação de gênero, raça, etnia e orientação sexual e/ou em razão de condição econômica; combate à intolerância religiosa.

Números

Por meio dos editais lançados desde 2007 a fundação já apoiou 247 iniciativas nas cinco regiões do país. Isso significa que R$ 7,4 milhões de doações chegaram a organizações de direitos humanos em todo país.

Esta entrada foi publicada em destaque e marcada com a tag , , , , , , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.

As ideias e opiniões expressas neste blog não refletem necessariamente a opinião da Childhood Brasil. Nos reservamos o direito de aprovar os comentários submetidos pelos visitantes do sitepara publicação. Não serão publicados comentários de conteúdo discriminatório, que incitem qualquer tipo de violência, que não estejam relacionados ao tema foco do blog - proteção da infância contra o abuso e a exploração sexual, ou de caráter duvidoso, não comprovado.